PSICOLOGIA

gallery/psico_cons

Psicoterapia infantil:

 

As crianças podem apresentar alterações no comportamento, quando não possuem recursos psíquicos suficientes para expressar seus sentimentos, seja no ambiente escolar ou familiar, podendo ocasionar problemas de aprendizado, enurese e/ou encoprese, timidez excessiva, agressividade desmedida, dificuldades com a alimentação, etc.

Tecnologia e os eletrônicos:

 

Os eletrônicos podem auxiliar no desenvolvimento da habilidade fina, motora, cognitiva, etc, de crianças e adolescentes, porém, é necessário que os pais acessem alternativas saudáveis de estimular seus filhos, criando estratégias e respeitando sua fase de desenvolvimento.

Psicoterapia individual:

 

O psicoterapeuta, mediante a utilização de técnicas e ferramentas psicológicas, irá auxiliar no equilíbrio da pessoa, compreendendo os fatores que levam ao desencadeamento de relacionamentos tóxicos e/ou comportamentos disfuncionais. O processo psicoterapêutico permitirá que a pessoa conquiste força e autoconfiança no enfrentamento das dificuldades que surgirem em sua vida.

Determinação e disciplina:

 

Mapeamento e planejamento do caminho que deseja alcançar para que todas as etapas do processo sejam acionadas. Neste percurso, o psicólogo irá ajudar focar no objetivo; na conscientização de crenças limitantes; no desenvolvimento da atenção de mecanismos de autoboicote; no enfrentamento de medos e dificuldades que bloqueiam o processo para, então, superar a si mesmo e conquistar a meta.

O significado do trabalho e o estresse:

 

A Organização Mundial de Saúde – OMS define o estresse como uma condição que é resultada de pressões que excedem as habilidades e do trabalhador. Para o alívio de estresse e prevenção de doenças no trabalho, são utilizadas técnicas que contribuem no remanejo de reações internas do sujeito em relação aos estímulos externos.

Sexualidade conjugal:

 

Esclarecimento de aspectos básicos quanto as questões de gênero, a diversidade hormonal e a influência destes na relação conjugal, auxiliando na desconstrução de mitos e crenças limitantes que mantém uma relação conjugal pobre, pertubada e sem diálogo coerente.

Sexualidade na vida adulta:

 

Alterações ou perturbações no campo sexual e afetivo, dificuldades e disfunções sexuais podem ocorrer por fatores emocionais e orgânicos. O reconhecimento da autonomia e liberdade de escolha em se realizar sexualmente e a informação adequada são elementos essenciais para a estruturação de atitudes responsáveis e manutenção do seu relacionamento sexual.

Competências sócio emocionais:

 

Possibilitar crianças e adolescentes no desenvolvimento de competências sócio emocionais como fatores de proteção, capacitando-os na busca de seus objetivos, na realização tomadas de decisões responsáveis, na manutenção da perseverança apesar dos desafios, no manejo das suas emoções, na comunicação assertiva, 

na interação com o outro, etc.

Psicoterapia de casal:

 

É comum a existência de casais em crise, adoecidos, apresentando emoções e ressentimentos acumulados. É realizado o levantamento dos padrões, modelos e bagagens que cada membro traz para o casamento que está diretamente ligado as suas famílias de origem. Neste sentido, trabalha-se no princípio da identificação da dinâmica do casal, estimulando o desenvolvimento de novas formas de funcionamento e comunicação.

Transição da conjugalidade para a parentalidade:


Período de mudanças significativas na relação conjugal e ampliação de papéis de pai e/ou mãe, necessitando o reajustamento conjugal, sexual, familiar e social.

Psicoterapia familiar:

 

A psicoterapia familiar compreende a dinâmica e o funcionamento da família, a bagagem que o sistema familiar traz e que vendo sendo transmitida de uma geração para outra. O profissional irá trabalhar como mediador, auxiliando na liberação de possíveis mágoas, ressentimentos, traumas e dores desse sistema em prol do seu reajustamento.

gallery/psico_tecno

Orientação profissional:

 

Encorajar o jovem na tomada de decisão por uma carreira profissional de sucesso necessita resgatar sua própria história de vida, buscar pelo autoconhecimento, identificar suas potencialidades e investigar sobre as profissões do seu interesse.

Gênero, sexualidade e educação:

 

A educação sexual como um todo, apoiará os jovens e adolescentes na compreensão das diferenças entre o sexo biológico, a identidade de gênero, a expressão de gênero e a orientação sexual. Além disso, ajudando a prevenir os riscos associados à vivência da sexualidade, como uma gravidez não desejada e/ou infeções sexualmente transmissíveis.

Processo e etapas do perdão:

 

A neurociência mostra que pensar na mágoa provoca desregulação na produção de cortisol, um importante hormônio que pode provocar fadiga, estresse, baixa imunidade e risco de depressão. O perdão quebra o ciclo negativo que estimula o desenvolvimento da serotonina. Esta prática é guiada com persistência e foco no sentir para que a pessoa libere sua mágoa e passe a criar padrões de comportamentos mais saudáveis.

Autoestima e coerência:

 

Expectativas e idealizações de ser amado pelo outro e a busca pela sua aprovação são motivos que afetam a autoestima. O pilar da autoestima é a coerência interna que significa o alinhamento entre os pensamentos, sentimentos e ações. A partir disso, a sensação de carência passa a ser canalizada de forma saudável, enfrentando e aprendendo a lidar com sentimentos que envolvem o medo do abandono e da rejeição.

gallery/psico_casal

Famílias recasadas:

 

Para as famílias recasadas, existe um período de adaptação nos primeiros anos de convivência, exigindo do casal e dos filhos flexibilidade e paciência para alcançar uma integração familiar, saúde e satisfação para todos os membros.

Alternativas que contribuem na psicoterapia e no desenvolvimento da resiliência para enfrentar as transformações do mundo, prevenindo prejuízos na saúde mental.

Respiração diafragmática:

 

A respiração diafragmática é uma técnica utilizada em pessoas com queixas dos mais diversos transtornos de ansiedade, principalmente em quadros onde há a ocorrência de ataques de pânico. A técnica estimula a melhora do campo emocional, cognitivo, sexual, etc.​​​​​​​.

Exercícios de atenção plena:

 

Esta prática possibilita a focalização da atenção no momento presente e aceitação das experiências sem julgamento, fazendo com que a pessoa diminua reações de aversão e fuga diante da vida. Esta técnica ajuda no alívio do estresse e da ansiedade, redução de dores crônicas, melhora no sono, etc.

Recursos arteterapêuticos:

 

A criação livre é uma possibilidade humana, sendo possível levar cada pessoa ao conhecimento profundo dos próprios limites e potencialidades, estimulando novas tomadas de consciência diante da própria vida, auxiliando na mudança de atitude.

gallery/psico_resp